quarta-feira, 18 de abril de 2012

Tião Viana apresenta potencial econômico do Acre para o vice-presidente de Lombardia

VILA-aCREO governador Tião Viana foi recebido ontem, 17, pelo vice-presidente da Região da Lombardia, Andrea Gibelli, para tratar da possibilidade de parceria e apresentar o potencial econômico do Acre a partir do aproveitamento sustentável das riquezas naturais.
Tião Viana destacou que o Acre foi a Milão com quase 60 pessoas, entre pequenos, mé-dios e grandes empresários das áreas de madeira, alimentos e indústrias. Ele informou que o Acre é um Estado da Amazônia, região habitada por 25 milhões de pessoas.
“Nossa vocação econômica está assentada em madeira, frutas tropicais, alimentos à base de peixe, castanha e borracha. Somos o Estado que menos desmatou e que mais está crescendo na Amazônia. Criamos a primeira Zona de Exportação do Brasil”, disse.
O governador lembrou que o Acre é o Estado brasileiro mais próximo ao mercado asiático, da China. “Temos uma posição estratégica no país. Temos quatorze dias a menos do que quem vai pelo Canal do Panamá. Se o século XXI é o século do Oceano Pacífico como grande canal de negócio, nós temos a posição estratégica”.
Tião Viana chamou a atenção do vice-presidente da Lombardia quando lembrou que a China está investindo mais de R$ 130 bilhões na África e está demosntrando interesse em investir na Amazônia. “Talvez as parcerias chinesas não sejam as que nós desejamos”.
Durante a explanação, Tião Viana frisou que o Acre tem 87% por cento de cobertura florestal e que a floresta é utilizada com absoluta regra ambiental e, para isso, é necessário empresas também corretas.
Gabelli, que acumula a função de secretário da Indústria de Artesanato, lembrou que a Lombardia responde por 20% da economia da Itália e tem 30% das indústrias do país instaladas na região, sendo a vigésima nona economia do mundo.
Demonstrando ter ficado impactado com a possibilidade de os chineses investirem na Amazônia, ele criticou a China por investir na África para levar matéria-prima para produzir e depois vender aos demais países do mundo.
Convidado para visitar o Acre, o vice-presidente garantiu que virá quando houver oportunidade. “Nós já tivemos várias delegações que visitaram outros países para identificar oportunidades, e certamente iremos ao Brasil. Monitoramos tudo. Será um grande prazer, futuramente, visitarmos o seu Estado, governador, para estreitarmos ainda mais o nosso relacionamento”.
O governador foi acompanhado pelo embaixador do Brasil no Consulado de Milão, Luiz Henrique Pereira da Fonseca, pelo deputado federal Taumaturgo Lima, deputados esta-duais Edvaldo Sousa e Geraldo Maia e os secretários Mâncio Lima Cordeiro (Fazenda) e Leonildo Rosas (Comunicação).

 (Agência Acre)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Termina Prazo para Vistoria de Veículo de Leílão

O 2º Leilão Público de Veículos do município de Tarauacá, que foi realizado no dia 06 de julho, no auditório da Escola de Ensino Médio ...