quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Improbidade: Vagner Sales é acionado pelo Ministério Público Estadual

Vagner Sales também poderá ficar proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios

Prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB)
Prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB)
O Ministério Público do Estado do Acre (MP/AC) ajuizou uma ação de improbidade administrativa cumulada com ação de reparação de dano moral coletivo em desfavor do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner José Sales. O gestor usou recursos públicos para pavimentar o ramal onde está localizada uma fazenda de sua propriedade.
 
O promotor de Justiça Rodrigo Fontoura de Carvalho tomou conhecimento da irregularidade por meio da imprensa, que publicou uma reportagem em abril do ano passado mostrando que o prefeito havia utilizado recursos oriundos de um convênio celebrado entre o Município de Cruzeiro do Sul e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para asfaltar o Ramal Canela Fina, em detrimento de outros seis ramais.

Um inquérito civil instaurado constatou que o convênio tinha sido celebrado em 2007, ainda na gestão de Maria Zila Frota Bezerra de Oliveira, cujo objetivo era a pavimentação de ramais e aquisição de equipamentos, no valor de R$ 2.401.627,35 (dois milhões, quatrocentos e um mil, seiscentos e vinte sete reais e trinta e cinco centavos).
 
Leia AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário