quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Máquinas destinadas à produção agrícola no Estado estão abandonadas

A grande maioria dos maquinários nunca foi usada, e entre os quais uma colheitadeira que custa mais de R$ 600 mil

Gleydison Meireles, da Agência ContilNet

Dezenas de máquinas e equipamentos adquiridos pelo governo estadual, para o que seria uma "nova fase” do desenvolvimento sustentável no Acre no tocante à agricultura familiar, estão abandonados, sob sol e chuva, nos fundos do Parque de Exposições Marechal Castelo Branco, em Rio Branco.

Os equipamentos foram comprados para apoiar a produção agrícola e a recuperação dos ramais, passando a ser uma esperança de produtores rurais que dependem dos ramais para escoar os produtos das dezenas de projetos de assentamento no Estado.

Máquinas e equipamentos adquiridos pelo governo estadual estão abandonados, sob sol e chuva, nos fundos do Parque de Exposições, em Rio Branco/Foto: Agência ContilNet
Máquinas e equipamentos adquiridos pelo governo estadual estão abandonados, sob sol e chuva, nos fundos do Parque de Exposições, em Rio Branco/Foto: Agência ContilNet

A grande maioria dos maquinários nunca foi usada, e entre os quais uma colheitadeira que custa mais de R$ 600 mil.

O abandono das máquinas foi denunciado por um servidor de uma secretaria ligada à produção familiar que, cansado com o descaso por parte do poder público, procurou a reportagem para denunciar.



“Isso é um absurdo, inconcebível que tantos produtores rurais não tenham condições de escoar suas produções por falta de ramais. Essas máquinas que estão abandonadas poderiam estar a serviço deles, abrindo ramais ou servindo para melhoras a produção familiar de que o governo tanto faz propaganda. Aliás, esses equipamentos só serviram mesmo pra mídia governamental”, desabafou o servidor, que pediu para não ser identificado por medo de represálias.

Apenas alguns funcionários do Estado estavam no local, mas não souberam precisar há quanto tempo o maquinário estava parado e nem o porquê de não estarem à disposição dos produtores.

Entre as máquinas está uma colheitadeira que custa mais de R$ 600 mil/Foto: Agência ContilNet

Entre as máquinas está uma colheitadeira que custa mais de R$ 600 mil/Foto: Agência ContilNet


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vende-se Uma Casa em Tarauacá