domingo, 10 de novembro de 2013

"Não há guerra no PT, há divergência de opiniões", diz Carioca

O assessor diz, ainda, que a disputa interna oxigena o partido.
 
Da Redação da Agência ContilNet
"Eu tenho opinião divergente da DS e no PT há respeito pelas múltiplas opiniões”, ressalta Carioca/Foto: Selmo Melo/Agência ContilNet

"Eu tenho opinião divergente da DS e no PT há respeito pelas múltiplas opiniões”, ressalta Carioca/Foto: Selmo Melo/Agência ContilNet
Um dos nomes mais conhecidos do Partido dos Trabalhadores (PT) acreano e um dos mais árduos defensores da Democracia Radical (DR) do partido, Francisco Nepomuceno, o Carioca, era uma das figuras mais tranquilas na manhã deste domingo (10), na eleição do PT. Apontado por ter fomentado uma guerra de opiniões contra os membros da Democracia Socialista (DS), Carioca diz que não existe disputa por poder, e sim, por questões ideológicas.

O assessor diz, ainda, que a disputa interna oxigena o partido, e que no PT todo mundo tem direito a opinião.

“Não tem essa guerra contra a DS, tem uma disputa saudável. Eu tenho opinião divergente da deles, e no PT há respeito pelas múltiplas opiniões”, ressalta.

A disputa ideológica a que Carioca se refere são entre as duas correntes ideológicas mais atuantes do PT, a DR, representada na candidatura de Ermicio Sena à executiva estadual do partido, e a DS, que apoia a candidatura do deputado federal Sibá Machado.

Durante todo o processo de campanha que antecedeu o Processo de Escolha Direta (PED), traduzida na eleição deste domingo, Carioca foi tratado por membros da DS como um dos mais árduos combatentes da corrente, tendo inclusive sido apontado como um dos pivôs da briga generalizada que se transformou um debate interno ocorrido no final do mês de outubro.

contilnet.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Termina Prazo para Vistoria de Veículo de Leílão

O 2º Leilão Público de Veículos do município de Tarauacá, que foi realizado no dia 06 de julho, no auditório da Escola de Ensino Médio ...