sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Cooperativismo começa a se organizar em Tarauacá











Embora muita gente acredite que deve cuidar do seu negocio e/ou produção sozinho, desde muito tempo tem se debatido a ideia de unir força para ampliar as conquista do trabalhador. O cooperativismo moderno surgiu na primeira fase da Revolução Industrial (1760 – 1850). Porém, é em 1847 que situamos o início do movimento cooperativista no Brasil, quando diversas sociedades foram fundadas com esse espírito.
Com o intuito de organizar os trabalhadores (agricultores, produtores, criadores) rurais em uma Cooperativa é que está acontecendo nesta sexta-feira (18), uma reunião com mais de 100 (cem) pessoas no clube da maçonaria. Organizado pela SEAPROF, do governo do Estado que chamou as pessoas interessadas para nesse primeiro momento ficar conhecendo como funciona uma cooperativa, quais são os seus objetivos, seus desafios, quais o meios para que cada sócio possa atuar na gestão da cooperativa, é que a Seaprof trouxe a Tarauacá o técnico em cooperativismo o senhor Valdomiro Rocha, que já foi presidente da OCEA/AC, trabalhou no Ministério da Agricultura no governo Lula e agora está prestando assessoria na formação de cooperativas de produtores rurais, para que o Acre possa avançar nesta questão.
Com esse primeiro contato a respeito de cooperativismo, por parte dos trabalhadores rurais de Tarauacá espera-se uma maior maturação em relação como se organizar, pois, muitas pessoas acham que é só fundar uma cooperativa e os ganhos irão ser de imediato. Como todo negócio, ela também exigirá um tempo de maturação para gerar os resultados esperados. Essa distância entre as necessidades imediatas das pessoas e o amadurecimento do negócio, tem contribuído para o fechamento precoce de cooperativas que, no seu início, eram promessas de êxito.
É fundamental que ao fundar uma cooperativa as pessoas que compõe essa nova entidade possam ter a real dimensão de suas responsabilidades e consequentemente que após esta organizada e funcionando é que surge alguns problemas que precisam ser encarados e sanados por todos sócios-membros. O relacionamento entre as pessoas é fundamental para o sucesso do novo empreendimento. Com as dificuldades que se tem que enfrentar o cooperativismo ainda a melhor saída para que os trabalhadores rurais possam conquistar de vez a sua dignidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vende-se Uma Casa em Tarauacá