terça-feira, 31 de maio de 2011

Jorge Viana diz que volta do horário é manipulação de políticos inescrupulosos

O projeto terá de ser aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, em caráter terminativo, sem a necessidade de votação em plenário, antes de entrar em vigor.
 
Senador Jorge Viana (PT-AC)
 
O senador Jorge Viana fez nesta terça-feira, 31, uma declaração de voto, em debate nas Comissões de Assuntos Econômicos, Constituição e Justiça e Relações Exteriores e Defesa Nacional, contra o projeto de lei que restabelece o antigo fuso horário do Acre de duas horas a menos em relação a Brasília.

O senador acreano disse que se absteria de votar porque a proposta em debate  “é um atraso, fruto de manipulação de políticos inescrupulosos, que excluíram o Acre do Brasil e iludiram a boa fé do povo do Estado”.  Segundo Jorge Viana, faltou bom senso e amor ao Estado, e agora os autores da proposta de retomada do horário antigo é que terão de responder pelos problemas que bancos, serviço público, empresas  e até mesmo dos jogos de futebol  veiculados na televisão passarão a ter.

"Com o horário de verão, o Acre fica com três horas de diferença em relação a Brasília. Não concordo com isso, é um atraso. Os colegas senadores fizeram valer a vontade do povo, mas houve manipulação eleitoreira nesse processo", disse Viana.

O projeto terá de ser aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, em caráter terminativo,  sem a necessidade de votação em plenário, antes de entrar em vigor.

Em 2008, por iniciativa do então senador  e atual governador Tião Viana, foi sancionada lei que adiantou os relógios para uma hora a menos em relação ao DF. Mas, numa consulta popular feita em outubro passado, 56,9% dos eleitores do Estado escolheram retornar ao horário original.

Nenhum comentário:

Postar um comentário