quinta-feira, 1 de março de 2012

Roberto Gómez Bolaños, o Chaves, é homenageado no México; veja fotos

Cerimônia teve a cantora Thalia e atores que participaram do programa.
Evento reuniu quase dez mil fãs, muitos fantasiados como os personagens.

Da AP
O comediante Roberto "Chespirito" Gomez Bolaños, famoso pelos seriados "Chaves" e "Chapolin", foi homenageado na quarta-feira (29), no Auditorio Nacional da Cidade do México. Cantores, atores e público celebraram o famoso roteirista e humorista mexicano, que chorou bastante durante o evento organizado pela rede de TV local Televisa.
 
Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México (Foto: AP/Eduardo Verdugo)Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México, na quarta-feira (Foto: AP/Eduardo Verdugo)
 
"Saudações do fundo do meu coração para vocês. Eu te amo", disse Bolaños. Ele sofreu alguns minutos com tonturas antes da celebração, o que atrasou em quase uma hora a cerimônia para quase dez mil pessoas. Ele apareceu em uma cadeira de rodas. "Estou cansado porque acabei de fazer 83 anos, são muitos", disse, bem humorado.
A cantora Thalia, uma dos convidadas de honra, cantou a música "Thank you" para o comediante. Outros que participaram foram Diego Verdaguer, HaAsh, OV7, Reik e Pandora. "É um prazer prestar homenagem a um homem que participou da infância de milhões. Hoje a América é obrigada a adorar este homem maravilhoso", disse Thalia, que beijou a bochecha do homenageado.

Um dos momentos mais emocionantes da celebração foi quando o cantor Armando Manzanero, representando a Sociedade de Autores e Compositores do México, subiu ao palco para cantar "Somos um casal" em homenagem a Bolaños e sua esposa Florinda Meza. No início do tributo, Florinda disse estar tão animada como o marido.

Fãs fantasiados comparecem ao evento em homenagem ao ator Roberto Gómez Bolaños no México (Foto: AP/Marco Ugarte)
Fãs fantasiados comparecem a evento em celebração ao ator e roteirista Roberto Gómez Bolaños no México (Foto: AP/Marco Ugarte)
 
Maria Antonieta de las Nieves, que interpreta Chiquinha, e Carlos Villagrán, o Kiko, não compareceram. Os motivos das ausências não foram anunciados. Edgar Vivar (Seu Barriga) e Ruben Aguirre (Professor Girafales) foram ao evento e choraram muitas vezes.
Por conselho médico, Bolaños ficou na cerimônia por apenas algumas horas. Ele sofre de uma doença congênita que enfraquece a sua audição e equilíbrio. O especial "A América celebra Chespirito" será exibido simultaneamente em 17 países no dia 11 de março.

fonte: g1.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário