sábado, 14 de abril de 2012

Ministro dos Transportes garante recursos para concluir a BR-364

Tiao-ministroO ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, se comprometeu ontem, 13, com o governador Tião Viana a liberar neste verão amazônico os R$ 130 milhões que faltam para a conclusão do asfaltamento da rodovia BR-364 entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul, permitindo que a estrada seja inaugurada até o final deste ano.
Além do dinheiro para concluir a estrada, o ministro dos Transportes também assegurou a liberação de recursos para o governo estadual fazer a recuperação anual das duas rodo-vias federais existentes no Estado, a BR-364 e a BR-317, que custam aos cofres do Estado, respectivamente, recursos da ordem de R$ 20 milhões e R$ 2 milhões. Esses custos vêm sendo assumidos pelo Governo do Estado nos últimos anos.
Acompanhado do diretor do Deracre, Marcus Alexandre, e do senador Aníbal Diniz (PT/AC), o governador agradeceu ao ministro o apoio decisivo dos governos do ex-presidente Lula e da presidente Dilma para que os acreanos sejam, definitivamente, integrados pelas duas rodovias federais, além de contarem com a manutenção anual de todos os trechos das duas estradas.
“Estamos dando o pequeno passo que falta para concluir a BR-364, onde o Governo do Estado atua firmemente nos trechos mais antigos da rodovia, em permanente espírito de cooperação com os grandes esforços da União para a sua conclusão”, assinalou o governador, ao falar do entusiasmo e da alegria que os acreanos estão desfrutando com seus direitos de ir e vir em todo o Estado.
Em audiência com o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, o governador e os secretários da Fazenda, Mâncio Lima, e do Planejamento, Márcio Veríssimo, trataram do descontingenciamento dos recursos dos contratos feitos pelo Governo do Estado com organismos de financiamento, tais como BNDES, BID e outros.

O governador Tião Viana também esteve com o secretário-executivo em exercício do Ministério da Integração, Wagner Augusto de Godoy Maciel, para tratar da liberação de mais R$ 4,2 milhões que o Governo do Estado gastou para executar o projeto de socorro e assistência aos desabrigados das enchentes dos rios acreanos.

Os recursos solicitados fazem parte dos R$ 13 milhões que o Ministério da Integração se comprometeu a repassar para o Estado executar em ações de socorro e assistência em favor dos desabrigados. O Ministério da Integração já liberou R$ 7 milhões e falta liberar outros R$ 6 milhões para cobrir os gastos do Estado.

Em recente reunião realizada em Rio Branco com representantes dos ministérios da Integração e das Cidades, o governador Tião Viana fechou as negociações em torno da ajuda que o Governo Federal dará para reconstruir as quatro cidades mais alagadas no Estado no início deste ano.

fonte agazetadoacre.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário