quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Mâncio Cordeiro pede afastamento da Sefaz

 ITAAN ARRUDA
Marcio
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Secretário da Fazenda Mâncio Cordeiro e o governador Tião Viana (PT)
 
O secretário de Estado de Fazenda, Mâncio Cordeiro, pediu afastamento temporário da Secretaria de Estado de Fazenda. A carta que formaliza a saída foi entregue ontem ao governador do Estado, Tião Viana. “Tão logo ele resolva os problemas de natureza pessoal, ele retornará ao governo”, assegurou Tião Viana. O afastamento é pelo período de 60 dias.

Mâncio Cordeiro se afasta da Sefaz para cumprir exigências burocráticas com a Universidade Federal do Acre, onde ministra aulas no curso de Economia. A universidade exige que Cordeiro tenha dedicação exclusiva antes do pedido de aposentadoria.
 
Há 20 anos, Cordeiro era professor exclusivo da Ufac. Saiu para cumprir compromisso político na Secretaria de Finanças do município de Rio Branco, na equipe do então prefeito da Capital, Jorge Viana. “Eu tenho possibilidade de voltar como professor de dedicação exclusiva da universidade e me retirar definitivamente”, explicou. “Em 60 dias isso se resolve e eu volto”.
 
A equipe de Mâncio Cordeiro permanece a mesma. A certeza do retorno é tanta que nem o cargo de secretário vai ser preenchido. “Quem responde na ausência de Mâncio é o secretário-adjunto, Joaquim Manoel, [Tinel] junto comigo no gabinete”, afirmou o governador.
 
O anúncio foi feito ontem, na sede da Biblioteca Pública, onde estavam reunidos todos secretários de Estado e secretários-adjuntos para discussão do orçamento 2013, os convênios com o Governo Federal e empréstimos com instituições financeiras internacionais.
 
fonte: agazetadoacre.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vende-se Uma Casa em Tarauacá