quinta-feira, 8 de maio de 2014

O que de fato aconteceu com a P36








  Ag. Estado

Reichstul: desinformado sobre os boletins da P-36
A P36, era uma gigantesca Plataforma que servia para extrair petróleo do fundo do mar na Bacia de Santos. Em 2001, após uma explosão onde vários petrleiros (operários) morreram, a plataforma foi a pique pro fundo do mar, com os corpos de 9 petroleiros. Os prejuízos não apenas material mais principalmente humano não teve por parte daqueles que hoje se colocam como "defensores" da Petrobras o mesmo entusiasmo e o mesmo empenho em averiguar e esclarecer as reais causas do acidente. Materia publicada na VEJA do dia 28 de março de 2001, com a manchete SEPULTADOS NO FUNDO DO MAR, faz uma série de questionamento a respeito do ocorrido com a P36 e relembra os operários que foram mortos.
Segue abaixo o lnk para quem quiser fazer uma leitura mais ampla a respeito da explosão da P36. http://veja.abril.com.br/280301/p_052.html

 Hoje os oposicionistas e que nesse período eram governistas, querem se mostrar as pessoas mais castas, puras, idôneas, honestas que existem na face da terra.
 
 
 
 
 
Esse trecho da publicação da VEJA, mostra bem o quanto os ditos "patriotas" defendem o patrimônio do povo brasileiro.
 
 
"As conseqüências do atestado de incompetência que a diretoria da Petrobras passou ao revelar que desconhecia os boletins podem ser muito mais graves do que a simples exposição de suas fragilidades. Um exemplo: as seguradoras, ávidas para se livrar do prejuízo de cobrir um seguro de 500 milhões de dólares, podem alegar que, se a Petrobras sabia do problema e não avisou a seguradora, teria havido quebra de contrato. A atual gestão da Petrobras está pagando também pelos erros da anterior. A maioria dos contratos assinados, inclusive o da P-36, estão envoltos em suspeitas de favorecimento. Isso tem servido de argumento para algumas seguradoras não pagarem seguros devidos. É o caso de duas plataformas construídas pelo estaleiro Verolme-Ishibrás e entregues com atraso à Petrobras, que agora cobra um prejuízo de 300 milhões. A seguradora alegou corrupção para tentar dar o calote". (publicado pela revista Veja em 28 de março de 2001).
 
 
Depois de ler toda a materia, tire suas próprias conclusão sobre a real motivação da oposição em criar uma CPI no Congresso Nacional para investigar exclusivamente a Petrobras. Porque não abre-se o leque de investigação nos trens e metrôs de São Paulo, do Distrito Federal, da Refinaria de Abreu e Lima em Pernabuco. O zelo pelo bem público não pode ser considerado uma virtude de quem administra, deve ser uma obrigação, um dever. Quando tivermos essa consciencia estarem começando a construir um país com menos corrupção e mais educação, saúde, transporte, salários e sobre tudo estaremos construindo um país mais humano e solidário.
 
 
 

 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Termina Prazo para Vistoria de Veículo de Leílão

O 2º Leilão Público de Veículos do município de Tarauacá, que foi realizado no dia 06 de julho, no auditório da Escola de Ensino Médio ...