domingo, 8 de junho de 2014

Vsita ao Primo Zé Fifinha


 

Um dia bom pra descontrair, apesar de cansar muito fomos à Fazenda do Fifinha para um dia de lazer. Pegamos a canoinha e subimos o Rio Muru cerca de uma hora. Chegamos lá, não tinha ninguém em casa por que o Fifinha tava na cidade cuidando da saúde da tia Terezinha e o Zé estava pro roçado fazendo a limpa. E então resolvemos irmos até lá. Uma caminhada longa e cheia de subidas e descidas e também trechos de lama. Chegando, lá estava o Zé na labuta da limpa da roça. É um trabalho duro. O Pastor Edson Nery e o Assis logo foram ajudá-lo e Eu claro tive que registrar esse momento. Depois de concluído o serviço fizemos o caminho de volta. O sol estava a pino, quente que chegava a tremular no horizonte. Mas não tínhamos outra alternativa a não ser caminhar até encontrar um trecho do caminho que passava por dentro da mata. Ai foi uma maravilha pena que durou pouco tempo e tivemos que um longo trecho no descampado até chegarmos a barraca.











Nenhum comentário:

Postar um comentário