segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Investimentos no trânsito: diminuição dos acidentes e nos gastos com a saúde

Investimentos no trânsito: diminuição dos acidentes e nos gastos com a saúde
PESQUISAS indicam que após a instalação dos radares houve uma redução de mais de 50% no número de acidentes, se comparado com o mesmo período de 2012 - Foto: Gleilson Miranda

 

Após a instalação dos pontos de fiscalização eletrônica em vários cruzamentos em Rio Branco, as pesquisas indicam uma redução de mais de 50% no número de acidentes, se comparado com o mesmo período de 2012. Os equipamentos, que funcionam desde março deste ano, têm a função de educar os condutores e evitar o excesso de velocidade, que coloca em risco a vida do pedestre e do condutor.
 
Dados apresentados pelo setor de estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) apontam que houve redução de 75% no número de acidente com vítimas fatais no mês de agosto de 2013 se comparado com mesmo período do ano passado. Se comparado ao crescimento da frota, no consolidado, a redução dos acidentes com vítimas fatais chega a 26%.
 
A frota acreana é composta por mais de 200 mil carros e 135 mil estão na capital. Esse número cresce 1% ao mês, 58% desses veículos estão em Rio Branco e 56% desses são motocicletas. No ano passado a frota de Cruzeiro do Sul cresceu 18%, fruto do aumento do poder aquisitivo da população e o investimento do governo do Estado no asfaltamento da BR-364, ligando definitivamente os vales do Acre e Juruá.
 
Por mês, cerca de 800 novos condutores são habilitados em todo o estado e todo o processo de formação teórica desses permissionários é acompanhado de perto pela corregedoria do Detran. A prova teórica, aplicada eletronicamente por uma empresa multinacional especializada, é composta por 30 questões escolhidas entre as mais de mil sobre primeiros socorros, meio ambiente, mecânica e legislação de trânsito elaboradas pela equipe do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).
 
A diretora-geral do Detran, Sawana Carvalho, afirma que esse processo de formação tem trazido para o trânsito das cidades acreanas condutores melhor preparados e mais prudentes. “Nós temos um compromisso com as autoescolas e isso tem garantido uma excelente formação desses novos motoristas” disse Sawana. O Acre é pioneiro em vários procedimentos para a formação de condutores e, motivados por esse interesse, representantes de vários outros Detrans do Brasil têm visitado o estado para conhecer as novas experiências.
 
Sawana explica que em 2012 o Departamento firmou um acordo de cooperação com a Secretaria Estadual de Educação (SEE) para a formação de alunos do ensino médio de algumas escolas da capital em legislação de trânsito. Uma economia de aproximadamente R$ 500 para os futuros condutores. “Os nossos estudos apontam que essa redução se deve principalmente a operação Álcool Zero, controle eletrônico da velocidade e a boa formação desses condutores”, disse.
 
As ações educativas da autarquia são outro ponto de destaque para a sociedade acreana. Os educadores de trânsito trabalham campanhas de valorização do pedestre e da faixa de travessia, além disso, o órgão tem atuado também na educação de trânsito rural, que visa prevenir os acidentes e infrações onde nem sempre a fiscalização está presente.

fonte pagina20.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vende-se Uma Casa em Tarauacá